James Derulo's

Portfolio

"O caos nunca morreu" [um agradecimento]

1 comment
Tenho um probleminha. É difícil ler um livro até o fim sem tocar em outro durante o percurso. Os Demônios estava pesando na cabecinha e na mochila. Decidi dar um tempo e terminar uma leitura anterior: CAOS, Terrorismo poético e outros crimes exemplares do misterioso e ninguém sabe se existe, se é só um, Hakim Bey. Minha vontade é transcrever aqui o livro inteiro, porque ele é REALMENTE uma pérola [este é o único adjetivo que me permito]. Mas tem o lance dos direitos autorais e eu não tenho tanto ímpeto assim. Quem tiver a oportunidade, compre, roube, faça xerox... LEIA O LIVRO! Aproveito para agradecer ao Peteco, Braza e Guiga. Os dois primeiros por instigarem a leitura (graande dica). E ao último por ter feito a boa ação de me emprestar e ter paciência, porque eu demoro mesmo pra ler. Guiga, fica tranqüilo, já estou quase acabando [embora quisesse que não acabasse nunca] e vou adquirir um exemplar pessoal e intransferível, assim que possível.
"Todos os nossos prazeres & autodisciplina nos pertencem por natureza - nunca nos negamos, nunca desistimos de nada; mas algumas coisas desistiram de nós & nos deixaram, porque somos muito grandes para elas."

1 comentários:

Guiga disse...

Tranquilo, mas agora quero ver a tropilha cagando nos caixas eletronicos!